Atrasos de Desenvolvimento

Grande parte do nosso trabalho é desenvolvido com  crianças e adolescentes que apresentam atrasos de desenvolvimento, incluindo indivíduos com autismo, epilepsia, trissomia, traumatismo, entre outros. Nestes casos, normalmente implementamos uma intervenção intensiva, no ambiente natural, coordenando as entidades: família, escola e comunidade.

Cada processo de intervenção começa com uma avaliação preliminar. Esta avaliação serve como base para traçar um perfil de desenvolvimento, no qual nos baseamos para as tomadas de decisão, em conjunto com a família e a equipa educacional, no sentido de selecionar os objetivos e prioridades a serem trabalhados.

O processo de intervenção, na maioria das vezes, foca-se em várias áreas de desenvolvimento, desde a promoção da autonomia e atividades de vida diária, até ao brincar, linguagem, comunicação, interação social, competências académicas, entre outras.

A eficácia das estratégias ABA, implementadas com diferentes populações que apresentam atrasos de desenvolvimento é documentada desde 1950. Estudos revelam a diminuição dos comportamentos disruptivos, bem como, o desenvolvimento de comportamentos desejáveis, tais como, a linguagem, a comunicação e a autonomia,entre muitos outros.

O processo de intervenção com crianças diagnosticadas com atraso de desenvolvimento inicia-se com uma avaliação ecológica. Esta é composta por observações, entrevistas e trabalho direto, terminando com o relatório e plano de intervenção. O objetivo desta avaliação é traçar um perfil de desenvolvimento, que servirá como base para seleção de objetivos e prioridades, em conjunto com a família e técnicos de educação.
Após a aceitação dos objetivos propostos, é determinada a intensidade da intervenção, de acordo com as necessidades e a realidade de cada indivíduo. Somente após a elaboração do plano de intervenção é que se dá inicio ao processo de intervenção.

Cada processo de intervenção é conduzido por uma equipa de técnicos especializados, em conjunto com a família e técnicos de educação. A intervenção é constantemente avaliada, de modo a que as estratégias eficazes sejam continuadas e reforçadas, enquanto que estratégias não eficazes sejam interrompidas.

A intervenção é normalmente implementada no ambiente natural, envolvendo apoio direto a pais e professores, bem como, pares e outros elementos significativos na vida da criança.

Intervenção Intensiva

icon3

De 20 a 40 horas semanais, a intervenção é implementada nos ambientes naturais do indivíduo. Trabalhamos todas as áreas do desenvolvimento, como a autonomia, a cognição, a linguagem, e a socialização, assim como, todas as competências académicas.

Intervenção Semi-Intensiva

icon3

De 10 a 20 horas semanais, a intervenção é implementada no ambiente natural ou em gabinete.

Trabalhamos algumas das áreas prioritárias de forma mais específica. 


Estes tipos de  intervenção poderão incluir, entre outros, componentes complementares como o coaching de pais e a consultoria educacional.

Coaching de Pais

icon3

Se é pai de uma criança ou jovem com atraso de desenvolvimento e quer trabalhar algumas competências específicas e/ou mudar alguns comportamentos específicos, podemos avaliar em conjunto as variáveis que contribuem para a sua manutenção e/ou que poderão facilitar o desenvolvimento das competências alvo que pretende mudar.

Após a avaliação, terá o acompanhamento da nossa equipa técnica, que lhe irá providenciar estratégias específicas para garantir que as mudanças no comportamento se mantêm.

Consultoria Educacional

icon3

Este serviço é dirigido a professores, educadores e técnicos auxiliares que trabalham com crianças e jovens diagnosticados com atrasos de desenvolvimento e desejam melhorar as suas práticas e métodos.


Considerando a importância destes e de outros pontos, a nossa equipa encoraja a implementação de intervenções que enfatizem uma prática diária, fornecendo muitas oportunidades de resposta e englobando a motivação, bem como, o feedback imediato e aprendizagem sem-erro com procedimentos de correção sistemáticos e consistentes.

Desenvolvemos uma intervenção preventiva e reactiva, que envolve a implementação de sistemas de motivação entre outros componentes.

Oportunidades & Voluntariadoicon1

VARIABILIDADE COMPORTAMENTAL

icon2

Recrutamos crianças entre 5 e 10 anos, para participar num estudo sobre as variáveis que influenciam a variabilidade dos nossos comportamentos.

COMPORTAMENTO VERBAL

icon3

Recrutamos adolescentes e crianças diagnosticadas com autismo para participar num estudo com o objetivo de desenvolver uma tecnologia para aumentar os comentários verbais durante uma conversa.

Outros Serviços

A nossa equipa dedica-se e contribui para o conhecimento atual e para o desenvolvimento de novas estratégias de ensino e intervenção.

Promovemos a implementação de estratégias comportamentais no processo clínico e educativo de indivíduos ou grupos.

Contamos com uma equipa jovem e dinâmica que elabora,  implementa e analisa cada situação,  através de um plano de intervenção individualizado.


Convidamo-lo a vir conhecer o nosso espaço, a nossa equipa e o nosso trabalho através da marcação de uma visita.​ Para mais informações, contacte-nos !